Sábado

18.NOV

BOM DIA

Artigos
Busca:

Dicas: como educar nossos filhos

Autor: Lilian Lúcia de Oliveira CRP 15/2448



Seria mais fácil educarmos nossos filhos se eles viessem com um “manual de instruções”, não é mesmo?
Mas eles nascem e nós, os pais, não sabemos o que vamos encontrar pela frente. Só sabemos que queremos o melhor para eles. Aí nossas dúvidas e questionamentos. O que é certo e o que é errado quando falamos em educação?
Sabe-se que para se transformar num adulto feliz e saudável, a criança precisa de um lar equilibrado e de um relacionamento aberto com seus pais.

Aí vão algumas dicas que talvez facilitem esse “árduo” trabalho:

- imponha limites: isso não significa simplesmente falar “não” ou impor regras. Estabelecer uma rotina diária na vida de seu filho fará com que ele cresça com essa noção. Educação muito permissiva dificultará a adaptação futura da criança à vida.

- ensine as noções de “certo” e “errado”: a criança não nasce sabendo os valores morais de nossa sociedade. Só assim você poderá cobrar de seu filho determinadas atitudes e comportamentos.

- converse com seu filho: é importante estabelecer um diálogo com a criança para que ela saiba que essa porta estará aberta sempre que precisar.

- ensine-o a lidar com sentimentos ruins: raiva, ressentimento, tristeza etc. são sentimentos comuns e normais ao ser humano. Ajude a criança a entender o que está sentindo para que possa superar o problema sem traumas.

- estimule a autonomia e a confiança: dê atenção ao seu filho, mas não queira resolver todos os problemas dele. Superproteção na infância gera adultos inseguros, com baixa auto-estima e fortes sentimentos de inferioridade e menos valia.

- deixe seu filho brincar e ser realmente criança: além de ser uma fase da vida que não volta mais, é brincando que a criança elabora seus pensamentos e sentimentos em relação à realidade que a cerca, evitando conflitos que poderão se estender durante toda sua vida.

Por fim: se você estiver com problemas em lidar com seus filhos, não souber o que fazer ou achar que ele não está conseguindo elaborar sozinho suas dificuldades, deve procurar ajuda profissional.



WAD