Sábado

18.NOV

BOA TARDE



membro da SPV - Nirdhuma
Minha alma tá calada, meu corpo está selado, minha cabeça assombrada e aquele fantasma, ali, parado. Meus olhos serrados, não enxergam, vagos. Meu peito triste, não chora, insiste, resiste. Eu sei que passa, mas hoje me sinto assim, sem graça, esperando que o dia tenha fim. E depois amanhã quem sabe, já acorde diferente, veja o sol que sobe, e ele por dentro me esquente. (maio/08)

WAD