Sábado

18.NOV

BOM DIA



Helena Muniz - membro da S.P.V. - Gado Gordo
Ai, ai, ai, pareço gado preso engordando, esperando pro abate. Cadê o ímpeto a curiosidade? Por quê fico repetindo o caminho? já não o conheço? Já não o sei o suficiente? Já não estou ciente pra onde vai, de onde vem? Já não sei que ele tem pouco? Bem menos do que quero e posso? Ai,ai,ai, se solta gado gordo! Vai correr em pasto novo! Faz de novo sua vida valer! Vai, vai correr.(julho/2008) ******************** Nota da terapeuta - A poeta está se referindo a dificuldade de sairmos da imobilidade em que nosso padrão de funcionamento anacrônico nos mantém, muito embora saibamos que já não o queremos mais.

WAD